jun

Grupo Magna Cosma otimiza e integra gestão de estoque com Barcode

Caso de sucesso - Cosma / Barcode

 

Grupo Cosma otimiza e integra gestão de estoque de diferentes fábricas através de tecnologia nacional

 
 

Sobre a Magna Cosma

                O Grupo Magna Cosma possui plantas espalhadas por várias regiões do mundo e é uma corporação de extrema influência na indústria automotiva mundial.

                O Grupo veio recentemente para o Brasil, seguindo sua estratégia de expansão, há dois anos, com três novas fábricas, Santo Antonio da Patrulha/PR, Jundiaí/SP e Camaçarí/BA. Adquiriu a divisão ThyssenKrupp Automotive, junto às fábricas de São Bernardo do Campo/SP, Ibirité/MG, São José dos Pinhais/PR , Camaçari/BA e Santo Antônio da Patrulha/RS. Com essa aquisição, o Grupo passou a contar com seis plantas espalhadas pelo Brasil e mais de 1.200 colaboradores, estabelecendo sua presença nos estados de RS, PR, SP, MG e BA.
 

Missão: Integrar informações de plantas recém adquiridas

                Com a recente aquisição das fábricas, a empresa teve grande necessidade de centralizar as informações de produção e estoque, e ainda reportar à matriz. Porém, as plantas espalhadas por diferentes cidades do Brasil apresentavam dificuldade para apresentar informações confiáveis, por falta de padronização e tecnologia.

                A missão da TI do Grupo era apoiar a aquisição e integrar as plantas para obter gestão centralizada. O Sr. Benedito Corrêa, responsável pelo departamento de TI da empresa, tinha o papel de mapear os processos, identificar e implantar tecnologias de gestão que fornecessem, entre outras informações, as provenientes da produção e estoque das plantas. “Na época, era muito difícil fornecer informações exatas de estoque, e sabíamos que a empresa estava perdendo com altos custos e baixa eficiência em gestão de estoque”.

                Em meados de 2009, a equipe de TI avaliou algumas tecnologias de mercado, entre elas, a tecnologia recém desenvolvida pela Visio chamada Barcode. “A parceria com a Visio, desde o início, foi um fator determinante para nossa escolha”, acrescenta Benedito. Segundo ele, a Visio possibilitou que a solução fosse adaptada ao que a empresa de fato precisava, além de apresentar um custo acessível e flexibilidade de implantação.

                A primeira planta onde o Barcode foi implantado foi a de São Bernardo do Campo/SP, seguida por São José dos Pinhais/PR e Ibirié/MG, na sequência. Com o sucesso do Barcode nas primeiras plantas, o projeto foi extendido para plantas de Jundiaí/SP e Camaçari/BA, no ano de 2012.
 

Problemas comuns na gestão de estoque de indústrias

                Segundo Benedito, existia grande dificuldade em controlar materiais que estavam em processo, ou até mesmo localizar os que estavam em estoque. “Lembro que era um desafio separar os produtos já acabados, dos materiais que ainda iriam para produção”, acrescenta ele.

                Todos esses problemas resultavam em um baixo giro de estoque e demora na emissão de faturamento. “Nós levávamos, em média, 15 minutos para emitir uma Nota Fiscal”. Segundo ele, esses fatores contribuíam para a baixa eficiência e confiabilidade dos estoques da empresa.

                Outro grande problema enfrentado eram as diferenças em inventários. “Era comum precisarmos trabalhar nos finais de semana para realizar inventários, que na verdade eram retrabalho”. Na época, a empresa gastava R$45.000 em horas extras e auditorias para realizar um inventário.
 

Barcode, a solução

                As diferenças foram rapidamente notadas a partir da implantação do Barcode, logo na primeira fábrica. A tecnologia permitiu que os materiais fossem identificados no ato do recebimento e receber uma identidade para facilitar as próximas etapas do processo, algo que antes era inviável.

                Nas primeiras semanas, a melhoria na organização do almoxarifado foi notável. Segundo Benedito, o software possibilitou a criação de endereços para o estoque, o que permitiu a localização de materiais que nele se encontram – “Nós conseguimos rastrear o material, desde o fornecedor até sua aplicação no produto acabado”, cita Benedito.

                Com a tecnologia Barcode aplicada nas primeiras fábricas, foi possível eliminar operações manuais de estoque, o que reduziu bruscamente o tempo de inventário e faturamento, que era um sério problema na empresa.
 

Benefícios obtidos com a solução do projeto

                Além da redução na operação braçal, o que viabilizou um ciclo de trabalho mais organizado, com mais tempo para dedicar a outras operações, a gestão de estoque conseguiu enquadrar-se dentro da meta de 30 dias para giro de estoque.

                O projeto, não apenas resolveu o problema dos inventários, como possibilitou à empresa realizar inventários cíclicos 99,9% confiáveis com muito menos tempo e custo. “O custo de inventários, que antes era R$45.000, foi reduzido para R$12.000”. O tempo de emissão de Notas Fiscais também foi reduzido para 10% do tempo que antes era preciso.

                O software para gestão de estoques da Visio possibilitou ao Grupo obter a informação centralizada e confiável que necessitava, reduzir custos e tempo com processos operacionais de estoque. Com isso, o Grupo Cosma aumentou a organização geral da fábrica, otimizou processos e mão-de-obra.

2 Responses to “Grupo Magna Cosma otimiza e integra gestão de estoque com Barcode”